Peregrinação Espanhola no Caminho de Santiago

O Caminho de Santiago é uma rede de rotas que atravessa a Espanha, todas em direção a Santiago de Compostela. Este é um caminho de peregrinação que se iniciou na Idade Média, rumo ao túmulo do Apóstolo Santiago Maior.

Hoje pode fazer-se o caminho a pé, de bicicleta e a cavalo, e a peregrinação não é a única motivação dos caminhantes. As razões podem ser várias como:

  • desporto
  • cultura
  • aventura
  • convívio com a natureza
  • paz de espírito

Mas para todos os que fazem este Caminho é uma aventura e experiência de uma vida.

A parte espanhola do Caminho pode ser dividida em 5 percursos:

  • Francês: é a ligação desde os Pirenéus até Santiago. Atravessa toda a Espanha Setentrional e é o caminho mais conhecido e popular. Cerca de 60% dos peregrinos escolhem esta rota.
  • Do Norte: começa nBasque Countryo País Basco e passa pelas montanhas das Astúrias até Santiago. É o caminho menos povoado e por isso é normalmente escolhido por amantes da natureza e do silêncio.
  • Da “Prata”: tem o seu início em Sevilha, na Andaluzia, e segue a antiga rota romana até convergir com o Caminho Francês.
  • Primitivo (ou Original): atravessa as montanhas das Astúrias.
  • Português: a parte espanhola deste caminho começa na fronteira Portugal – Espanha, em Tui. É o segundo mais popular, em termos de peregrinos.

Esta peregrinação espanhola é uma tradição com muitos séculos. Os peregrinos querem seguir os passos do Apóstolo Santiago. Para a maioria dos caminhantes, o Caminho significa liberdade, cultura, natureza, tradição, paz e desafio. Já muitas pessoas fizerem este Caminho desde o início da peregrinação; alguns dos mais conhecidos foram:

  • Imperador Carlos Magno
  • Papa Calisto II
  • Rei Alfonso II
  • muitos cavaleiros, templários, nobres,…

No Caminho não há distinção entre ricos e pobres, todos caminham os mesmos trilhos e bebem das mesmas fontes. É uma lição de humildade para todos!

Leave a Reply